segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Parque Nacional do Itatiaia


 O Parque Nacional do Itatiaia abrange os municípios de Itatiaia e Resende no Estado do Rio de Janeiro e Bocaina de Minas e Itamonte no Estado de Minas Gerais, 
 A Unidade está localizada entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, próximo à Rodovia Presidente Dutra,
Saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo, o visitante deve seguir pela Rodovia Presidente Dutra (BR 116) até a cidade de Itatiaia, na altura do km 318. A viagem dura aproximadamente 2h 30min vindo do Rio de Janeiro e 3 horas saindo de São Paulo.
  A parte baixa caracteriza-se principalmente por sua vegetação exuberante e generosos cursos d'água, com diversas áreas apropriadas para banho. Tem fácil acesso a partir da Via Dutra e recebe o maior fluxo de turistas do Parque .

O valor de ingresso individual é R$ 25,00. O visitante brasileiro tem desconto de 50%, ou seja, paga R$ 12,50. Importante salientar que Menores até 12 anos de idade e maiores a partir de 60 anos são isentos de taxas , O Parque não aceita cheques nem cartões, e é proibido a entrada de animais domésticos exceto cão guia.
Atenção: Em épocas de chuva oriente-se com a administração do parque sobre a possibilidade de ocorrência de trombas d ´água, pois elas inviabilizam o acesso às cachoeiras. A tromba d´água é um fenômeno decorrente do acúmulo de água na cabeceira do rio, provocando uma enchente repentina arrastando o que estiver em seu curso.
O QUE FAZER
  • Banhos de cachoeira: na Parte Baixa, os locais para banho são o Lago Azul e as cachoeiras do Complexo do Maromba: Piscina do Maromba, Véu de Noiva e Itaporani. Já na Parte Alta, boas opções para banho são a Cachoeira das Flores e a Cachoeira do Aiuruoca;
  • Birdwatching (Observação de Aves): o Itatiaia é considerado um dos melhores locais do mundo para a observação de aves, o que pode ser feito tanto na Parte Baixa quanto na Parte Alta
  • Butterflywatching (Observação de Borboletas): as borboletas e mariposa podem ser observadas em todo o parque, sendo o horário da manhã o mais adequado;
  • Caminhadas: tanto na parte Baixa quanto na Parte Alta, ao longo das estradas e nas trilhas abertas à visitação;
  • Ciclismo em áreas permitidas: nas estradas, tanto na Parte Alta quanto na Parte Baixa
  • Escalada: especialmente nas formações rochosas na Parte Alta (Camelo, Couto, Prateleiras, Agulhas, Altar, etc) e na Parte Baixa, no Último Adeus;
  • Montanhismo: especialmente na Parte Alta, com diversas trilhas, travessias e escaladas; na Parte Baixa, a Trilha dos Três Picos oferece uma caminhada no meio da mata com um dia de duração
  • Observação de fauna: em todo o parque, ao longo das trilhas e estradas abertas ao público;
  • Piquenique nas áreas permitidas: quiosques do Lago Azul, gramados do Centro de Visitantes na Parte Baixa. Na Parte Alta no Abrigo Rebouças e em diversos atrativos, como Altar, Base das Agulhas e Base das Prateleiras;




Véu de noiva








Poço do Maromba     

                                                                                               

Lago azul







Centro de Visitantes



Museu da flora e fauna











                                      Mirante do último Adeus




Cada vez que vou ao parque aprecio algo diferente, amo estar nesse lugar e poder contemplar essas belezas naturais. 




2 comentários:

  1. Oiii Kelly, primeiro, obrigada pela visita no blog, e que bacana esse lugar, uau que lindo, ótima dica e belas fotos! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou leitora assídua do seu blog , fico babando com suas postagens e eu fico horada pela sua visita ao meu blog, e realmente esse lugar é lindo e essa é a parte baixa , estou louca para ir na parte alta e contar tudinho aqui no blog.
      abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...